“Filactera” Quinteto de Mário Delgado
 
Músicos:
Guitarra - Mário Delgado
Sax Tenor e Soprano - Andrzej Olejnikzak
Trombone - Claus Nymark
Contrabaixo - Carlos Barretto
Bateria - Alexandre Frazão
 
Preço:
Concerto já realizado
 
Sobre este projeto:
O projecto Filactera nasceu de uma encomenda feita a Mário Delgado pela Cultur Porto para o IX Festival de Jazz do Porto em 2000.
"Filactera" é um projecto para o qual o guitarrista convoca a memória da banda desenhada e um imaginário onde muitas pessoas da sua geração se reconhecerão com facilidade.

Às pranchas da nona arte, Mário Delgado foi buscar o nome para este trabalho (Filactera é o vulgar balão que as personagens de banda desenhada usam para comunicarem entre si) e os heróis criados por Edgar Pierre Jacobs, Uderzo e Goscinny, Hergé ou Godard, no campo da banda desenhada franco-belga, Will Eisner, Robert Crumb e Gilbert Shelton, oriundos do universo norte-americano e, para finalizar, autores como Hugo Pratt, Manara ou Bilal, que levaram a banda desenhada a horizontes inimagináveis antes deles.

Entre a inocência do aviador Martin Milan e a crueza dos personagens de Partie de Chasse, é uma paleta de memórias que vai do humor, do mistério e da ternura, à provocação social e à revisitação dos fantasmas políticos do século que passou. A "Marca Amarela", Spirit e os Freak Brothers estarão assim associados ao Jazz, num jogo de emoções escondidas no espaço mágico que separa uma quadrícula da seguinte.